O mosquito brilhante do Vale do Ribeira

September 13, 2019

 Em 2017 o norte-americano Grant Johnson, voluntário no Instituto de Pesquisas da Biodiversidade (IPBio), no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, encontrou no meio de troncos caídos uma larva emitindo luz azul. A equipe do IPBio que atua no Parque Estadual Turístico do Vale do Ribeira (Petar), conhecido por suas cavernas e sua biodiversidade peculiar, enviou fotos ao químico Cassius Stevani, do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP). Especialista em fungos bioluminescentes e presença assídua no Petar, ele contatou entomologistas e descobriu se tratar de uma larva de mosquito. Um colega consultado foi o bioquímico Vadim Viviani, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey