Pesquisadores brasileiros desvendam como o cogumelo flor de coco se ilumina

May 21, 2015

Uma lâmpada acesa perto de uma área arborizada parece servir como verdadeiro farol para todo o tipo de inseto. Atraídos pela luz, esses bichos que rodeiam a fonte luminosa se tornam presa fácil, e alguns chegam a se queimar no objeto hipnótico. Mas esse fenômeno não acontece somente com as fontes de luz artificial. Assim como as lâmpadas elétricas, há cogumelos que se acendem como se estivessem ligados na tomada e também atraem animais desavisados. Uma nova pesquisa brasileira descreve como esse processo acontece e mostra que os fungos sabem exatamente quando é a hora de ligar a armadilha luminosa. A pesquisa, publicada na Current Biology desta semana, é fruta de uma colaboração entre a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) e a Dartmouth's Geisel School of Medicine, nos Estados Unidos. A equipe de pesquisadores estudou como o cogumelo Neonothopanus gardneri, conhecido no Brasil como flor de coco, emite uma brilhante luz verde todas as noites na Mata dos Cocais, localizada na Região Norte do país. A espécie foi descoberta há mais de 170 anos e, até então, nenhum estudo havia demonstrado como o brilho noturno funciona.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey